terça-feira, 8 de agosto de 2017

Festa Unicórnios

Vai fazer festa com o tema Unicórnio? 
Geralmente tenho velas a pronta entrega e faço os apliques e lembrancinhas sob encomenda.
Entre em contato por email: contato@tatimerinobiscuit.net
por telefone: 11989692447















quarta-feira, 26 de julho de 2017

Sobre saber surpreender


Essa foto é de uma coxinha de biscuit que fiz para uma encomenda.
Hoje quero falar sobre surpresas.
Na minha linha de segmento do biscuit não trabalho muito com presentes, dou prioridade para lembrancinhas e peças feitas em série dos primeiro anos.
Mas volta e meia me pedem peças para presentear.

Estava aqui pensando a respeito de surpreender as pessoas. Você já notou como é difícil presentear alguém? A maioria das vezes porque queremos ser originais e nem sempre é fácil.
Por isso, hoje quero te dar uma dica preciosa de como fazer isso da melhor forma possível: Conheça a pessoa! Quando você gosta muito de alguém, você quer saber tudo sobre a pessoa para agradá-la, aí descobre a comida favorita, a cor favorita, o personagem favorito, o lugar favorito, onde e como a pessoa gosta de estar, o que prefere vestir, se cuida da aparência e por aí vai.
Tudo isso é o tempo que faz com que você conheça e quanto mais você conhece uma pessoa, mas fácil fica de saber o que irá agradá-la.
O maior problema é que a nossa vida é tão agitada que às vezes perdemos pequenos detalhes, toques que a pessoa dá sem querer, daquilo que quer e que mais gosta.
Procure não perder os detalhes e procure também não deixar perder a essência de se deixar ser conhecido por quem é especial pra você.
Isso fará toda a diferença.

Depois que descobrir, me chama, vamos combinar o presentinho daquela pessoa especial, tá?

Beijinhos da Tati

quarta-feira, 28 de junho de 2017

Levantando a auto-estima em dias difíceis


Estamos passando por um momento delicado na história do nosso país, a crise tomou conta de tudo, o desemprego aumentou e muita gente está migrando para o ramo do artesanato ou para o trabalho informal.
Quando eu comecei a trabalhar com o biscuit, eu sabia fazer pouquinha coisa, mas eu tinha produtos que vendia muito. Isso porque eu tinha uma linha quase que exclusiva, a concorrência era bem pequena. Aliás, a concorrência até comprava de mim. Na época, tinha uma loja de bebê muito chique no meu bairro que fazia lembrancinhas. A dona me conheceu e começou a pegar lembrancinhas comigo. Foi muito legal!
Porém, de uns anos pra cá, a concorrência tem aumentado muito e a gente tem que "rebolar" pra se manter no mercado.
Hoje eu quero falar sobre o impacto que isso causa na auto-estima da gente. Eu sei que tem muita gente que vende muito mais que eu, que tem gente que faz trabalhos muito mais bonitos do que o meu e principalmente gente que é mais inteligente em termos de divulgação que eu e por isso tem um público muito maior.
Em alguns períodos, principalmente aqueles em que as vendas caem, dá aquela sensação de que ninguém gosta do meu trabalho, de que tudo é feio e principalmente de que eu sou a pior das piores.
Eu não estou contando isso pra me depreciar e fazer você achar que eu sou vítima de alguma coisa. Não!
Estou contando isso porque sei que muita gente pode se identificar com isso e achar um caminho para se sentir melhor e mais importante na vida e no mercado.
O que eu faço quando eu estou me sentindo assim?
Em primeiro lugar, eu tento colocar na minha cabeça que o mercado não está bom e que eu preciso me esforçar mais.
Depois eu começo a pensar no que eu já fiz e que fez com que eu me sentisse bem. Uma peça nova, uma venda que a minha cliente ficou muito satisfeita, uma festa que eu montei, as avaliações da minha loja e por aí vai.
Aí, eu começo a pensar fora da caixa e começo a tentar ter ideias. Às vezes essas ideias são super viáveis e eu vendo o produto depois.
Algumas vezes, serve somente pra eu ter aqui, como referência de que eu posso ser melhor a cada dia.
Tento achar um tempo entre uma produção e outra, além da minha rotina normal e começo a produzir uma peça nova, um produto diferente, cores novas, decoro meu espaço, troco as peças que eu tenho expostas e que já enjoei. 
Na hora de publicar minhas peças, tento pensar em textos mais atrativos, que faça com que as pessoas tenham vontade de ler.
E mesmo se nada dá 100% certo, a sensação de que eu estou tentando faz com que eu me sinta bem.
Eu realmente espero que você que está lendo esse texto também pare pra refletir um pouco em como tem sido a sua rotina e tente dar uma repaginada na sua auto-estima pra se sentir melhor e mais especial. Isso fará toda a diferença na sua rotina.
Depois me conta o que você fez pra melhorar e qual foi o resultado. Vou amar conhecer sua história.

Deus abençoe
Obrigada pelo carinho de sempre
Beijinhos da Tati

quinta-feira, 22 de junho de 2017

JV fez 10 (Arca de Noé)

Semana passada, dia 15/6/2017 comemoramos os 10 anos do João Vitor. E como é de costume, fizemos uma mega festa.
É, todo ano a mãe dele fala que vai fazer um bolinho com decoração na lage e churrasco comunitário. Mas no fim das contas, tem salão, tem mesa, tem mesa de guloseimas, muitos amigos e muita comida boa.
Esse ano eu tava mais relax na festa porque a Carlinha fotografou (sim a Carla, do casamento veja aqui)
E pra quem não sabe, ela é uma super fotógrafa.
Pra completar a vó do João Vitor é a Silvana, uma super parceira que eu sempre falo dela também (veja aqui)
A minha parte foram as lembrancinhas (caixinhas com bichinho, tubetes...)
Eu também fiz os bichinhos dos cupcakes, mas fiquei com vergonha deles.
Fiz o chalkboard, gostei dele.
Abaixo seguem algumas fotos que eu fiz aqui e as fotos da cobertura da festa feitas pela Carlinha.
No final da publicação tem os contatos das parcerias.



























Fotografia: 
Instagram: @carlaperezfotografia

Bolos e doces:

Obrigada por acompanhar
Deus abençoe, beijinhos
Tati Merino





domingo, 4 de junho de 2017

Sobre parcerias (Permuta)

Eu costumo receber alguns contatos pedindo parcerias de pessoas que têm suas redes sociais bem movimentadas.
Essas parcerias funcionam da seguinte forma: você envia  produto para a pessoa e ela faz uma publicação ou mais divulgando seu produto.
Quando eu consigo eu faço esse tipo de parceria e envio alguma coisa, mas isso é muito raro porque eu geralmente não tenho muitas peças extra.
Mas hoje quero falar sobre um outro tipo de parceria, aquela que os dois lados saem ganhando de verdade e não só um lado ganha e o outro talvez ganhe se os seguidores porventura se interessarem...
Esses dias eu tinha umas peças aqui e a minha amiga Silvana se interessou por elas.
Na hora dela me pagar, eu disse, faz o seguinte: me paga com salgadinhos.
Além dela ser uma boleira incrível, ela faz uns salgadinhos deliciosos.
Pois bem, ainda fizemos uma outra troca de mais peças em uns bolos de pote deliciosos.
Agora meu freezer está cheio de salgadinhos gostosos que eu posso usufruir quando desejar e ela ficou com as peças que mais gostou.

Esse tipo de parceria é bem parecido com um acordo comercial chamado permuta*.
Um tipo de negociação que não necessariamente envolve dinheiro, mas um acordo de troca que é vantajoso para ambas as partes.
Eu gosto muito mais desse tipo de parceria e quero nessa publicação me colocar a disposição caso alguém deseje fazer parcerias desse jeito. Podemos conversar e chegar em acordos bem legais em que os dois lados fiquem satisfeitos.
Abaixo você verá algumas fotos dos trabalhos da Silvana e as peças que fizemos a negociação.
O bolo é do meu aniversário, da festa surpresa que eu ganhei, foi ela quem fez também.

Se você for de São Paulo e quiser encomendar essas gostosuras, o contato dela é : https://www.facebook.com/silvanaecia39745415/

Obrigada pelo carinho, Deus abençoe 
Beijinhos da Tati










*

Significado de Permuta

substantivo femininoTroca recíproca; acordo em que as partes trocam entre si propriedades, bens; transferência mútua de alguma coisa entre seus respectivos proprietários: permuta de casas, de bens, de automóveis.Intercâmbio de ideias, de informações entre indivíduos ou entidades.

terça-feira, 23 de maio de 2017

Safari na festa (Feedback)

Se tem uma coisa que me deixa feliz é o retorno dos clientes depois da festa.
Não é algo muito frequente, mas quando acontece eu fico cheia de alegria.
Recebi essas fotos da minha cliente Claudia e simplesmente fiquei apaixonada pela delicadeza dessas caixinhas sextavadas.
Espero que gostem.
Beijnhos