quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Hora de escolher o nome

Gente gente, eu seeeeei que esse assunto não tem muito a ver com o blog, eu sei.
Mas olha, vai fazer todo sentido já já.

Esses dias fui com a minha amiga levar a bebê dela pra fotografar e ela falou pro fotógrafo que escolheu o nome da filha exatamente pensando na futura alfabetização da menina.

Bom, eu sempre faço topos de bolo ou lembrancinhas que vão com nome e já recebi encomendas com diversos nomes diferentes.

Eu não quero entrar no mérito do significado, nem no peso do nome sobre a vida da criança, mas quero chamar sua atenção para um fator muito relevante: como esse nome será visto pela criança quando crescer?

Pra quê tanto "y", tanto "l", tanto "n"?

Me lembro que tive uma professora (ela só foi substituta por alguns dias) e ela escreveu meu nome assim: TATHYANNA
Achei engraçado, mas graças a Deus que meus pais colocaram Tatiana normal.

Se vocês notarem, quando eu assino, sempre uso Tati com "I" no final, porque acho desnecessário o "Y"

É óbvio que eu não pretendo te influenciar ao escolher o nome do seu filho, mas já teve caso de eu pegar um que era Daniell, ou Rafaell ou Samuell, não lembro o nome, mas que tinha 2 L no final

Quando seu filho for alfabetizado será que ele vai ter facilidade de compreender pra quê isso?

Outra coisa é o nome composto, eu gosto de nomes compostos.
Tive uma professora na escola que tinha um filho chamado Pedro Vitor.
E ela sempre dizia o seguinte: "Colocou nome composto no seu filho? Ele deve ser chamado pelo nome composto" (Ela falava Pedo Vitu)
E eu achava que de repente chamar só de Pedro era suficiente, mas ela colocou aquele nome porque ela gostava dele.

Por exemplo, se a sua filha for chamar Maria Eduarda, possivelmente o apelido dela será Duda. Mas no contexto do dia a dia, na escola e futuramente no trabalho será chamada Maria Eduarda. E será muito elegante, mas tem alguns nomes que não combinam entre si.

Claaaaaaro que eu não tenho nenhum direito de mudar sua opinião, mas se está escolhendo o nome do seu bebê escolha com muito carinho.
Pesquise o significado, veja se não será um nome constrangedor no futuro.

Tem 2 nomes que eu gosto muito: Olívia e Otávio, mas meu marido sempre diz que são nomes perigosos que podem gerar chacota no futuro.

Tudo bem pensar que se pensarmos na zueira da escola, independente do nome, sempre haverá o valentão pra zombar, mas vamos cuidar para que isso não gere traumas nos nossos filhos a partir de nós.

Espero ter ajudado a riscar da lista aqueles nomes que não seriam muito legais e só deixar aqueles especiais até decidir qual o melhor.

Obrigada pelo carinho de quem leu, Deus abençoe e até a próxima.
Beijinhos da Tati







Nenhum comentário:

Postar um comentário